Desafio de IoT no Conference 2019

Este ano teremos uma nova área no Embarcadero Conference, o IoT Live.

Neste espaço teremos alguns especialistas em IoT demonstrando suas habilidades e projetos, em uma bancada onde você poderá aprender mais sobre este mundo, além de conhecer de perto os dispositivos utilizados e suas diversas aplicações.

Veja todos os detalhes do que será apresentado diretamente na agenda do evento, ao final da trilha [IA & IoT].

Também durante o IoT Live teremos alguns desafios abertos aos congressistas!

Um deles será um game construído em Arduino + Delphi, com perguntas e respostas sobre o RAD! Faça uma boa pontuação e mostre que é fera em Delphi! As perguntas serão similares aquelas da Certificação Delphi Developer.

Outro desafio será construir um protótipo que estabeleça comunicação com um dos Kits IoT que Jim McKeeth estará trazendo para o evento! Vencido o desafio, leve um dos kits para casa!*

72098218_10156515894327791_6697215343003172864_n

(*) limitado a um total de 50 kits.

Mas atenção! Para este desafio você deverá trazer seu notebook com o Delphi 10.3 Rio devidamente instalado (todas as edições, incluindo a CE, possuem os recursos de IoT).

 

 

 

Advertisements

¡Una serie de webinars centrados en el desarrollo de Windows!

A medida que el fin del soporte de Microsoft para Windows 7 se acerca a su fin, comenzamos una serie de seminarios centrados en la migración y el desarrollo de Windows 10.

Los temas son muy interesantes, por lo que estoy concentrando a todos en una publicación para facilitar su búsqueda y suscripción (cada imagen lleva a una página de suscripción diferente):

Image may contain: 1 person, smiling, text

Image may contain: 1 person, screen and text

Image may contain: 1 person, smiling, screen, laptop and text

Image may contain: 1 person, smiling, screen, laptop and text

Image may contain: text

Image may contain: 1 person, smiling, text

Image may contain: 1 person, laptop, screen and text

Y pronto tendremos algunos otros temas para agregar a esta lista, ¡mantendremos esta publicación actualizada para usted!

 

 

 

Série de Webinars com Foco em Windows!

Com a aproximação do fim do suporte da Microsoft para o Windows 7, estamos iniciando uma série de webinars com foco em migração e desenvolvimento para Windows 10.

Os tópicos são muito interessantes, portanto, estou concentrando todos em um post para facilitar a localização e inscrição (cada imagem leva a uma página de inscrição diferente):

Image may contain: 1 person, smiling, text

Image may contain: 1 person, screen and text

Image may contain: 1 person, smiling, screen, laptop and text

Image may contain: 1 person, smiling, screen, laptop and text

Image may contain: text

Image may contain: 1 person, smiling, text

Image may contain: 1 person, laptop, screen and text

E mais alguns ainda que serão divulgados em breve, vamos procurar manter este post atualizado com a lista completa.

Ah, e boa parte destes temas também estarão ao vivo e em bom português em nosso Embarcadero Conference logo mais em Outubro, inscrições também disponíveis:
https://embarcaderoconference.com.br/

 

 

 

Anunciando FMXLinux para Delphi e RAD Studio

Estamos muito felizes em anunciar que a Embarcadero Technologies chegou a um acordo de distribuição OEM com Eugene Kryukov para o FmxLinux. A partir de hoje, os clientes Delphi e RAD Studio, com assinatura ativa das edições Enterprise ou Architect, podem baixar, instalar e começar a usar o FmxLinux para criar aplicativos FireMonkey destinados à plataforma Linux de 64 bits. Você pode usá-lo para adicionar o Linux como uma plataforma a um aplicativo existente, ou para criar aplicativos totalmente novos FireMonkey para Linux.

fmxlinux

Por que o FmxLinux

O FmxLinux traz o desenvolvimento cliente do FireMonkey para o Linux, e adiciona a capacidade de expandir nosso suporte à plataforma Linux do servidor para os cenários de desktop e quiosques. Esta não é uma oferta limitada, mas sim um contrato de distribuição a longo prazo, por isso esperamos continuar a suportar clientes Linux via FmxLinux também em futuras versões do RAD Studio.

O suplemento está disponível via GetIt na versão 10.3.1 do Delphi e do RAD Studio. Depois de instalado, você terá todos os arquivos relevantes no sistema, além de um assistente de IDE para ajudar a gerenciar/criar seus projetos.

O FmxLinux fornece recursos para construir aplicativos GUI para Linux, estendendo a estrutura do FireMonkey do RAD Studio (Delphi Edition). Ele permite a criação de aplicativos clientes para organizações que estão adotando clientes Linux (vimos um aumento nas solicitações da Rússia e do Brasil) e para quiosques de autoatendimento (computadores executando aplicativos em tela cheia) e outros cenários em que o custo de uma licença do Windows é um problema significativo. Um exemplo comum é um contador de check-in de empresa aérea de autoatendimento, que executa o Linux, e apresenta um aplicativo GUI para Linux para o cliente fazer o check-in, adicionar bagagem, realizar upgrades de assento etc.

Características principais

  • O FireMonkey para Linux fornece a capacidade de criar aplicativos GUI para Linux, estendendo a estrutura da plataforma FireMonkey do Delphi
  • O FmxLinux expande o suporte do Delphi de aplicativos de servidor para aplicativos cliente FMX para distribuições populares do Linux
  • Inclui vários estilos de interface do usuário prontos para uso
  • Muitos dos componentes do FMX, como grades, widgets, etc. funcionam perfeitamente em clientes Linux
  • Aproveite os recursos inovadores do RAD Studio, como o LiveBindings, e muito mais, em seus aplicativos clientes do Linux
  • Aproveite o suporte do WebKitGTK para executar um aplicativo FmxLinux como um aplicativo da Web HTML5 no navegador

Mais Informações

 

Estamos muito felizes em expandir o poder do Delphi e FireMonkey com suporte aprimorado para a plataforma Linux, e estamos ansiosos para ouvir sobre seus projetos Linux!

Docker no Delphi Academy

Encerramos hoje uma série de episódios sobre a integração do Delphi e C++ Builder ao mundo dos containers, em particular o Docker (o mais popular deles).

Abaixo temos os três vídeos desta série:

 

Também estão disponíveis os exemplos (basicamente os dockerfiles, e alguns exemplos para teste de deploy) no github do Delphi Academy: https://github.com/flrizzato/DelphiAcademy

Containers são vitais para o mundo moderno do desenvolvimento e distribuição de aplicações. O objetivo com estes (simples) exemplos é mostrar para nossa comunidade o quão simples é aplicar estas técnicas sem deixar de ser RAD no desenvolvimento!

 

Tipos BCD y FMTBCD en 10.3 Río

Aspectos teóricos

La versión 10.3 de Delphi y C++ trajo una serie de optimizaciones en RTL y también en el área de acceso a datos. Muchos drivers han sido actualizados y / o optimizados, como podemos observar en la lista de novedades de esta versión.

Entre ellas, se realizó un ajuste en la asignación de los campos de tipo BCD y FMTBCD. Podemos decir que a partir del 10.3, la definición entre BCD y FMTBCD sigue los estándares definidos para este dos tipos de datos, lo que no ocurría en versiones anteriores de acuerdo con la base de datos utilizada.

Haciendo un resumen, el BCD (binary-coded decimal) proporciona mayor precisión y exactitud que los números de punto flotante. Su empleo se determinará en función del tipo de datos y de la precisión definidos en la base de datos.

La diferencia entre BCD (técnicamente TBCDField) y FMTBCD (técnicamente TFMTBCDField) está directamente relacionada con el número de decimales y dígitos significativos empleados.

Un BCD soportará números con hasta 20 dígitos significativos y 4 decimales. Además, se utilizará un FMTBCD. En la práctica, internamente, el BCD será tratado como un “Currency” por cuestiones de rendimiento, y un FMTBCD será efectivamente un binary-coded decimal en el aspecto estricto de su definición.

Posibles impactos en su proyecto

Si por ventura, en una migración de versión para el 10.3 Río, su aplicación “reclamar” de que los campos anteriormente asignados como BCD ahora deberían ser FMTBCD, eso se debe a las optimizaciones antes mencionadas.

Para mantener todo lo que estaba, es decir, que Delphi y C ++ continúen asignando los campos como BCD, y no traten de llevarlos a FMTBCD, puede ajustar las siguientes configuraciones en FireDAC:

1) ajuste la propiedad FDQuery.FormatOptions.MaxBcdPrecision a un valor superior al predeterminado, como 20 por ejemplo.

2) ajuste la propiedad FDQuery.FieldOptions.UpdatePersistent a True

En teoría, todo lo que estaba funcionando correctamente así permanecerá, sin perjuicio para su proyecto. Para nuevos proyectos o adiciones de nuevos conjuntos de datos, es recomendable adoptar el mapeo por defecto generado por la herramienta.

screen shot 2019-01-12 at 20.51.44

 

Tipos BCD e FMTBCD no 10.3 Rio

Aspectos Teóricos

A versão 10.3 do Delphi e C++ trouxe uma série de otimizações na RTL e também na área de acesso a dados. Muitos drivers foram atualizados e/ou otimizados, como podemos observar na lista de novidades desta versão.

Entre elas, ocorreu um ajuste no mapeamento dos campos de tipo BCD e FMTBCD. Podemos dizer que a partir do 10.3, a definição entre BCD e FMTBCD segue a risca os padrões definidos para este dois tipos de dados, o que não ocorria em versões anteriores de acordo com o banco de dados utilizado.

Fazendo um resumo, o BCD (binary-coded decimal) fornece maior precisão e acuracidade do que os números de ponto flutuante. Seu emprego será determinado em função do tipo de dado e da precisão definidas no banco de dados.

A diferença entre BCD (tecnicamente TBCDField) e FMTBCD (tecnicamente TFMTBCDField) está diretamente relacionada ao número de casas decimais e dígitos significativos empregados.

Um BCD suportará números com até 20 dígitos significativos e 4 casas decimais. Para além disso, um FMTBCD será empregado. Na prática, internamente, o BCD será tratado como um “Currency” por questões de performance, e um FMTBCD será efetivamente um binary-coded decimal  no aspecto estrito de sua definição.

Possíveis impactos em seu projeto

Se por ventura, em uma migração de versão para o 10.3 Rio, sua aplicação “reclamar” de que os campos anteriormente mapeados como BCD agora deveriam ser FMTBCD, isso se deve as otimizações acima mencionadas.

Para manter tudo como estava, ou seja, fazer com que o Delphi e o C++ continuem a mapear os campos como BCD, e não tentem levá-los para FMTBCD, você poderá ajustar as seguintes configurações no FireDAC:

1) ajuste a propriedade FDQuery.FormatOptions.MaxBcdPrecision para um valor superior ao default, como 20 por exemplo.

2) ajuste a propriedade FDQuery.FieldOptions.UpdatePersistent para True

Em teoria, tudo o que estava funcionando corretamente assim permanecerá, sem prejuízo para seu projeto. Para novos projetos ou adições de novos conjuntos de dados, é recomendável adotar o mapeamento default gerado pela ferramenta.

screen shot 2019-01-12 at 20.51.44